0

CAMP recebe carta de felicitação da ALACOP

La Asociación Latinoamericana de Consultores Políticos (ALaCoP) felicita a todos nuestros colegas y amigos de Brasil por el reciente nacimiento del Club Asociativo de los Profesionales de Marketing Político (CAMP), una gran iniciativa que contribuirá a la profesionalización de la consultoría Política y a realizar un trabajo permanente en favor de la democracia dentro de nuestro hermano país.
Es fundamental que desde cada uno de los países de América Latina existan organizaciones serias y representativas, cuya bandera de lucha sea siempre la ética y la defensa permanente de nuestra profesión.
Les deseamos el mayor de los éxitos a nuestros amigos del CAMP y esperamos muy pronto poder estrechar mucho más nuestros lazos a través de la colaboración y el trabajo en conjunto para continuar profesionalizando a la Consultoría Política en toda América Latina.

Comité Directivo 2016-2018
Alfredo Dávalos López
Presidente

Marilú Brajer
Vicepresidente

Gil Castillo
Chairwoman

Marcelo Weiss
Director ALaCOP Brasil

0

George Washington University parabeniza ex-alunos pelo lançamento do CAMP

Logo de início, o CAMP já mostra sua relevância. A Graduate School of Political Management, da The George Washington University, parabenizou a criação do CAMP em suas redes sociais, ressaltando sua proposta de apoiar e desenvolver profissionais de Marketing Político. Confira o texto traduzido na íntegra:

“Parabéns aos nossos ex-alunos Bruno Hoffmann, Maurício Moura e seus associados na América do Sul pela criação do CAMP, o Clube Associativo dos Profissionais de Marketing Político. O grupo foi fundado no início deste ano por 45 membros fundadores de todas as regiões do Brasil, além de Portugal e Argentina.” — além do Hoffmann e Moura, outros associados ao CAMP também fazem ou fizeram parta da GSPM, como o Dudu Godoy, Karina Terso e Cila Schulman — e muitos outros que estiveram na Universidade para os seminários da escola especializada em gerenciamento político, localizada no coração de Washington, DC, a poucas quadras da Casa Branca.

O CAMP é composto por consultores, estrategistas, jornalistas, publicitários e pesquisadores de várias áreas que decidiram que é necessário criar uma Associação que atue permanentemente em defesa da Democracia, já que seu trabalho só pode ser exercido plenamente em regimes democráticos. O CAMP espera oferecer uma maior compreensão sobre o ativismo político profissional e a melhoria do sistema político-eleitoral.

O clube trabalhará para promover a melhoria dos profissionais de Marketing Político, organizar eventos e trabalhar para desenvolver defesas para a participação popular na democracia. O CAMP é apartidário e busca o diálogo com todas as partes e esferas de poder.”

0

CAMP é inaugurado em Brasília

A cerimônia oficial de lançamento do CAMP aconteceu, em 02/05/2018, na Torre de TV, em Brasília (DF). O decano do CAMP, Einhart Jacome da Paz, fez o discurso de abertura e passou a palavra para a vice-presidente de Conhecimento e Marketing, Cila Schulman. A VP lembrou a importância da defesa da participação das mulheres no Marketing Político e se emocionou ao lembrar de um grande nome do marketing Político, o saudoso Geraldo Walter, conhecido como Geraldão. Certamente, um dos fundadores in memoriam.

O presidente do CAMP, Bruno Hoffmann, fez o discurso de encerramento que segue abaixo na íntegra:

“Senhoras e Senhores,

O Brasil vive um momento de grande importância em sua História. Um momento no qual a população por meio de movimentos e entidades da sociedade civil organizada se mostram cada vez mais participativos. O momento se mostra ideal para nos fazer ouvir.

Hoje é uma data histórica. Estamos aqui para celebrar uma atividade extremamente importante e lançar uma entidade representativa, séria e ética. Somos 45 fundadores de todo o País, grandes nomes que atuaram e seguirão atuando em grandes campanhas e na Comunicação pública. Profissionais que atuam permanentemente em defesa da Democracia. É bom lembrar que nossa atividade só pode ser exercida em sua plenitude em regimes democráticos.

O nosso trabalho está diretamente relacionado à participação popular. A qualidade do conteúdo que produzimos e sobretudo das nossas estratégias estão diretamente ligadas ao incentivo geral da população em participarem da maior festa da nossa Democracia: as eleições.

O lançamento do Clube Associativos dos Profissionais de Marketing Político – CAMP é um passo firme para um debate de qualidade em prol de um sistema político-eleitoral mais justo para a população. Entendemos que podemos contribuir na melhoria deste Sistema e para um maior entendimento sobre o funcionamento da nossa atividade profissional.

Criamos o CAMP para debater seriamente como a população pode ser beneficiada por regras mais claras e mais justas durante o período eleitoral. Criamos o CAMP para promover nossa atividade de forma responsável, idônea, íntegra e ética, pois temos orgulho do trabalho que fazemos.

Ajudamos os cidadãos a conhecer e escolher melhor seus governantes. Ajudamos os governantes a conhecer e se comunicar melhor com os cidadãos.

O CAMP não tem dono, ideologia e, muito menos, candidatos. Somos apartidários e pluralistas. Somos mulheres e homens com opiniões diversas sobre quase tudo, inclusive, sobre Política.

Temos a missão de fazer um Marketing Político cada vez melhor e que contribua para uma democracia mais forte. E isso só será possível se colocarmos o cidadão no centro do nosso sistema eleitoral. Por esse motivo, apoiamos reformas que ampliem o acesso dos eleitores à informação sobre seus candidatos.

Apoiamos reformas que promovam a igualdade de oportunidades entre candidatos e que garantam a transparência no financiamento das campanhas.

Nosso propósito é colaborar na construção de um Brasil com mais diálogo e tolerância, onde todas as vozes sejam ouvidas e respeitadas. E onde possamos aprender com quem não pensa de forma igual.

Escolhemos para este lançamento a Torre de TV, encravada no coração da nossa capital federal, um espaço iluminado, claro e transparente, assim como nossa atividade deve ser. O CAMP, já possui o seu Código de Ética que norteará o nosso exercício profissional: abordando ética, respeito às leis, respeito à democracia e respeito profissional.

Teremos um processo rigoroso de entrada no CAMP, que passa pela indicação de atuais associados, apresentação de currículo e experiência mínima de 5 anos. Os postulantes deverão então passar pelo crivo do nosso Comitê de Admissão, para só então serem efetivados. O CAMP será um selo de qualidade.

O nosso discurso pró-democracia não é em vão. Queremos uma Reforma Política mais conectada com a vontade popular e com a realidade do mercado. Queremos ser grandes aliados das instituições governamentais no combate às Fake News nas eleições deste ano, por exemplo (estamos buscando diálogo com o TSE e os órgãos investigativos que compõem o chamado “Conselho Anti-Fake News” criado pelo Tribunal Superior Eleitoral). Nossas campanhas, com quase toda a certeza, serão vítimas de tais ataques e temos grande interesse, tecnologia e recursos humanos para colaborar nesta batalha.

Mas nada disso não seria possível se não houvesse união, por isso, tenho o dever de agradecer nominalmente todos os fundadores que acreditaram nesta ideia e fizeram com que ela hoje fosse uma realidade.

Muito obrigado a vocês e a todos os que já se associaram. O CAMP nasceu, está lançado agora. O trabalho só começou. Somos operários da democracia, temos uma grande missão para realizar. Vamos em frente!”

Agradecimentos finaisBruno Hoffmann se emocionou ao agradecer sua esposa e seu sócio Cassiano Sampaio. Agradeceu também a Esplanada Comunicação Estratégica por todo o apoio operacional, em especial, a Eliane Alencar e Vinícius Renner; o fundador Tarcísio Dantas “por ter traduzido o sentimento dos integrantes e dado ‘uma cara’ ao CAMP com a nossa logo maravilhosa”. Em nome do CAMP, Hoffmann agradeceu a Dra. Karina Kufa, “por todo o apoio na criação do nosso Estatuto”; a Agência Binder pela cobertura fotográfica; e ao José Luiz Nogueira e sua equipe da Fabrika Filmes, “por todo o apoio na cobertura do lançamento e nos programas de bate-papo que estamos gravando”.

0

CAMP e Instituto Palavra Aberta debatem agenda em comum

O presidente do Clube Associativo dos Profissionais de Marketing Político (CAMP), Bruno Hoffmann, se reuniu com a presidente do Instituto Palavra Aberta, Patrícia Blanco, na quarta passada (18/04). O Instituto, extremamente ativo na defesa da liberdade de expressão e no debate da Comunicação com a sociedade civil, acadêmica e governo, foi fundado através da união de esforços de entidades importantes, como a ANJ, ABERT, ANER e ABAP.

Os presidentes debateram agendas em comum entre as instituições, como por exemplo, a preocupação com fake news e formas efetivas de combate através de inteligência e auto-regulamentação. Os representantes das duas entidades também conversaram sobre a flexibilização da liberdade comercial dos atores políticos para que possam fazer uso mais estratégico dos meios de comunicação. Projetos em conjunto e de cooperação serão desenvolvidos entre as entidades. Patrícia Blanco parabenizou a iniciativa de fundação do CAMP, ressaltou a importância da criação de entidades profissionais e desejou longevidade ao clube.

0

Presidente da ANJ, Marcelo Rech, recebeu o presidente do CAMP, Bruno Hoffmann em Brasília

O presidente da Associação Nacional de Jornais (ANJ), Marcelo Rech, recebeu nesta quarta-feira (04/04/2018) pela manhã, em Brasília (DF), o presidente do Clube Associativo de Profissionais do Marketing Político (CAMP), Bruno Hoffmann, e o associado Hélio Doyle.

Na pauta, a apresentação do CAMP a uma das principais entidades de Comunicação do País e a possibilidade de parcerias. As duas associações demonstraram suas preocupações quanto à garantia da liberdade de expressão e aos prejuízos advindos das “fake news” à democracia, cerceando o direito dos eleitores à verdade e à plena escolha.

Bruno Hoffmann reforçou que os profissionais de Marketing Político podem ser os maiores aliados da mídia e dos órgãos investigativos para identificar e apontar “fake news” sendo propagadas desde o início. A expertise dos profissionais e a inteligência de monitoramento das campanhas serão essenciais nesse processo de busca por uma eleição mais transparente e correta em 2018.

Futuras parcerias em eventos e propostas de mudanças legislativas conjuntas com o objetivo de aprimorar a participação popular e o processo democrático também foram debatidas.

Marcelo Rech, que também é vice-presidente do World Editors Forum (WEF), parabenizou a iniciativa de fundação do CAMP, desejou sucesso e acredita que o lançamento da entidade é um passo bastante relevante para a política brasileira.

Link para postagem original.

0

O CAMP está fundado!

O CAMP segue em frente! No dia 15 de março de 2018, foi assinada a ata de fundação e o estatuto. Ao todo, serão 45 fundadores, com grandes nomes do Marketing Político brasileiro, incluindo também consultores da Argentina e de Portugal.

Além disso, já estão eleitos os membros da Diretoria Executiva, Junta Diretiva, Conselho Consultivo e Comitê de Admissão. O lançamento oficial do CAMP será feito nas próximas semanas e, a partir daí, estaremos abertos para novos associados.

Estiveram presentes no encontro em São Paulo: Augusto Fonseca, Bruno Hoffmann, Cila Schulman, Duda Lima, Expedito Pessoa, Fabrício Caruso, Fernando Vieira, Gil Castillo, José Fuscaldo, Justino Pereira, Leandro Grôppo, Lincoln Xavier, Lula Guimarães, Manoel Canabarro, Marcelo Di Giuseppe, Marcelo Weiss, Paulo de Tarso e Renato Dorgan.

0

Profissionais de Marketing Político debatem a Reforma Política

Um grupo formado por mais de 25 profissionais de Marketing Político provenientes de todas as regiões do País esteve reunido, em São Paulo (SP), no dia 3 de fevereiro de 2018. Na pauta do primeiro encontro, a formação do CAMP – Clube Associativo de Profissionais de Marketing Político.

Os consultores, estrategistas, jornalistas, publicitários e pesquisadores de diversas áreas deliberaram que é necessária a criação de uma entidade que atue permanentemente em defesa da Democracia, já que a atividade só pode ser exercida de forma plena em regimes democráticos. O grupo também entende que pode contribuir oferecendo um maior entendimento sobre o funcionamento da atividade profissional e na melhoria do sistema político-eleitoral.

Grandes nomes do setor – que já estiveram em gestões de governos, mandatos e campanhas políticas para a maioria dos partidos brasileiros – reúnem-se, de forma voluntária, para debater seriamente como a população pode ser beneficiada por regras mais claras e mais justas durante o período eleitoral. Uma Reforma Política mais conectada com a vontade popular e com a realidade do mercado.

CAMP – O CAMP será lançado em maio de 2018 e espera reunir mais de 100 profissionais. O clube atuará para promover o aperfeiçoamento dos profissionais de Marketing Político, organizando eventos e valorizando o trabalho que desenvolvem em defesa da participação popular e da Democracia. O CAMP será apartidário, buscará diálogo com todos os partidos e esferas de poder.

Estiveram presentes na reunião Bruno Hoffmann, Cassiano Sampaio, Cila Schulman, Claudio Barretto, Daniel Machado, Dudu Godoy, Einhart Jácome da Paz, Expedito Pessoa, Fábio Bernardi, Fernando Vieira, Gil Castillo, Guillermo Raffo, Gustavo Fleury, Leandro Grôppo, Leo Velasquez, Leurinbergue Lima, Lincoln Xavier, Lula Guimarães, Marcelo Weiss, Maurício Moura, Renato Dorgan e Ricardo Amado.

Link para postagem original.